Clubes à luta contra a homofobia nos esportes e no Brasil


O Brasil é o país que mais registra mortes violentas de pessoas LGBTs no mundo inteiro; só em 2021 foram ao menos 300.


No Dia Internacional de Combate à Homofobia, vários clubes de futebol do Brasil publicaram em suas redes sociais mensagens contra a violência à comunidade LGBTQIA. Os maiores times de Minas, por exemplo, publicaram hoje (17) em suas redes sociais mensagens apoiando o movimento. “Essas ações precisam de mais espaço e fortalecimento, principalmente em cenários tão preconceituosos, como o futebol”, publicou o Estádio do Mineirão.


O Atlético Mineiro publicou em suas redes sociais a seguinte frase: “Lutar, lutar, lutar, pelo direito de expressar toda forma de amor”. Já seu rival, Cruzeiro Esporte Clube, afirmou: “No Futebol, foram registrados 19 casos graves de LGBTfobia. Isso precisa acabar! Hoje é Dia Internacional de Luta Contra a LGBTfobia. Ou lutamos contra, ou somos parte do problema”.

O Brasil é o país que mais registra mortes violentas de pessoas LGBT no mundo inteiro. Só em 2021 foram ao menos 300, incluindo 276 homicídios e 24 suicídios. Em média, uma pessoa LGBT morre a cada 29 horas no País. O Dia Internacional de Combate à Homofobia é celebrado em 17 de maio desde 2010, para combater a violência e promover a igualdade.

2 visualizações