Frio intenso chega no país


A partir desta segunda-feira (16) uma grande parte do país deve enfrentar uma semana de frio nos moldes do inverno, como está acontecendo em Belo Horizonte e grandes partes de Minas Gerais. Há possibilidade de geadas nos Estados do Sul, no sul e oeste paulista, em Mato Grosso do Sul e também no sul de Minas Gerais.

Já nos Estados do Norte, Rio Branco, Porto Velho e Palmas podem registrar temperaturas abaixo de 20°C, segundo estimativas do Climatempo.


Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também apontam uma queda acentuada na temperatura de todo o país, com “frio intenso” na Região Sul. De acordo com o instituto, o frio começou no domingo (15), exatamente no sul do país. Em seguida, o frio se espalhará rapidamente até o norte do país. As temperaturas serão atípicas para o mês de maio, segundo os institutos.


A onda de frio prevista para o país e também para Minas Gerais nos próximos dias pode causar geada e temperatura negativa no estado. Segundo o Inmet, entretanto, não há previsão para neve. Em julho do ano passado, uma massa polar também passou pelo estado e mudou a paisagem em algumas cidades, como Varginha e Monte Verde, que ficaram cobertas pela geada.


“Do ponto de vista agro meteorológico, a geada é um fenômeno causado pela ocorrência de baixas temperaturas que promovem o congelamento dos tecidos vegetais, havendo ou não a formação de gelo, e provoca a morte das plantas ou de suas partes (folhas, ramos, frutos)”, explica o instituto. A geada pode ser provocada tanto por entradas de massas de ar frio, quanto por um intenso resfriamento da superfície, durante noites de céu limpo e sem vento.


O meteorologista Claudemir Azevedo, do Inmet, alertou ainda que haja para todo o estado a projeção de recorde histórico de frio. Na quinta-feira, em Belo Horizonte, os termômetros devem marcar 5ºC e a máxima não passa dos 19ºC.


O meteorologista alerta para o risco de doenças respiratórias e para a chance de hipotermia em pessoas em situação de rua.

Fonte: O Tempo

3 visualizações