Projeto do Vale do Jequitinhonha é um dos vencedores do XI prêmio SEBRAE Prefeito Empreendedor


O município de Couto Magalhães de Minas está entre os vencedores do XI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, com o projeto Casa do Empreendedor. A cerimônia de premiação, realizada na sexta-feira (29/04), ocorreu na sede do Sebrae Minas (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), em Belo Horizonte, onde reuniu cerca de 200 convidados, entre os quais o governador Romeu Zema, prefeitos das 29 cidades finalistas da competição, secretários, lideranças e autoridades municipais e estaduais.


O objetivo do projeto de Couto de Magalhães de Minas é promover o desenvolvimento local com a inovação, empreendedorismo, cooperação, conectividade e transversalidade, por meio de prestação de serviços direitos aos empreendedores, empreendimentos privados e sociais, para a gestação de trabalho, renda e melhoria do ambiente de negócios e prosperidade humana e econômica no município.


A iniciativa possibilitou a realização de capacitações para a agricultura familiar, empreendedores locais e produtores artesanais; reativação da feira semanal dos produtores; implantação de horta comunitária e viveiro de plantas ornamentais em terreno cedido; a implantação, em parceria com o Ministério Público, do projeto Fábricas Escolas para a geração de renda, entre outros resultados.


A XI edição do Prêmio recebeu a inscrição de 209 projetos, de 153 municípios. Na fase final, disputaram 32 trabalhos, de 29 cidades. Os oito vencedores foram: Divinópolis, na categoria Cidade Empreendedora; Conselheiro Pena ( Compras Governamentais); Cataguases (Desburocratização); Chapada Gaúcha (Empreendedorismo na Escola); Guimarânia (Governança Regional e Cooperação Intermunicipal); Uberaba (Inovação e Sustentabilidade); Paracatu (Cidade Criativa e Empreendedora) e Couto Magalhães de Minas (Conceito, Serviço e Gestão Empresarial).


O gerente da Regional Mucuri e Jequitinhonha do Sebrae Minas, Rogério Nunes Fernandes, explica que a premiação demonstra o potencial de desenvolvimento da região. “Mostra a importância de reunir esforços e direcioná-los em prol da melhoria do ambiente de negócios e do bom atendimento ao cidadão. Município, Jucemg, Sebrae, e vários outros parceiros trabalhando juntos e continuamente para o bem de todos”, disse.


O maior prêmio municipalista brasileiro completa 21 anos, com o propósito de conhecer, reconhecer e premiar experiências que estão contribuindo para a melhoria do ambiente empreendedor nos municípios brasileiros.


Fonte: Aconteceu no Vale


3 visualizações